Porque você deveria evitar grelhado com salada no jantar

Essa costuma ser uma das primeiras mudanças feitas na alimentação de quem quer ser mais saudável:

Comer grelhado com salada no jantar!

Mas isso pode acabar atrapalhando um dos outros pilares fundamentais para melhora da qualidade de vida…o sono reparador.

1º PORQUÊ:

Uma refeição com grande quantidade de proteína animal acaba sendo rica em aminoácidos que atrapalham o bom aproveitamento de triptofano (outro aminoácido). Em consequência disso não conseguimos produzir quantidade suficiente nem de serotonina, nem de melatonina (hormônio do sono).

2º PORQUÊ:

O triptofano que acabei de mencionar anteriormente é encontrado em maior concentração nos cereais integrais e leguminosas, por exemplo: arroz integral, aveia, quinoa, derivados de trigo integral (pães, massas) e feijões, grão de bico, lentilha, ervilha.

3º PORQUÊ:

Salada contém muitas hortaliças cruas, que para algumas pessoas é indigesto, provocando desconforto gástrico. O aquecimento (cozinhar, grelhar, assar) reduz a concentração de fibras e tende a melhorar a digestão. E sem azia, refluxo e barriga estufada, dorme-se melhor!

4º PORQUÊ:

E a salada crua geralmente não é a única culpada pela má digestão. As proteínas animais (carnes, ovos, lácteos) demandam bastante do nosso sistema digestivo, podendo até causar sonolência num primeiro momento, porém sem qualidade (vide “1º Porquê”).

Baixe aqui (gratuitamente) o e-book com receitas de jantares restauradores, nutritivos, práticos e cheios de sabor!

Aproveite e compartilhe esse post com quem também merece ter boas noites de sono!

Beijos da Nutri 💜

Agendamento de consultas – Whatsapp: (11) 98533-3188

email: giseli@anutricaotem.com.br

Redes sociais:

http://www.instagram.com/giselireis.nutri

http://www.facebook.com/nutricionistagiselireis

Chega de Stress!

burnout-close-up-composition-626165Você já percebeu que quando você está estressado fazer boas escolhas alimentares passa bem longe das suas prioridades?
Você fica a mercê de comer qualquer coisa, porque quanto mais sabor a comida tiver mais interessante ela é, quanto mais prática também, afinal você precisa comer logo já que não tem muito tempo. E no final do dia, sua escolha é alguma comida que te dê um prazer imediato, um conforto, uma distração.
O que você come com frequência tem muito impacto na forma como você se sente! Excesso de açúcar (carboidrato), sódio (sal, alguns adoçantes e aditivos químicos de alimentos) e cafeína contribuem com o aumento do estado de estresse no seu corpo, sendo os sintomas básicos: agitação, pressão arterial elevada, dor de cabeça (maioria das vezes no final do dia), baixa imunidade, intestino desregulado (preso ou solto), mal humor, insônia, fadiga.

Que tal inserir alguns alimentos no seu dia-a-dia para ajudar o seu corpo a funcionar em sua capacidade ótima, para você se sentir melhor fisicamente e consequentemente mais resiliente ao stress e seus efeitos colaterais?

Coma mais:

Alimentos ricos em VITAMINA C: irão ajudar a garantir uma boa imunidade. E eu disse ALIMENTOS e NÃO suplementos! Essa vitamina é um potente antioxidante e as suplementações de antioxidantes isolados aumentam reações de oxidação no seu organismo, ou seja, não adiantará de nada. Os alimentos por outro lado contêm inúmeras substâncias dentre elas vários tipos de antioxidantes que não colocam seu corpo sob risco pró oxidante como o suplemento isolado.

  • Frutas cítricas (laranja, mexerica, limão)
  • Goiaba vermelha
  • Morango
  • Pimentão
  • Couve manteiga
  • Tomate
  • Salsinha

Alimentos fonte de FIBRAS PREBIÓTICAS: servem de substrato para as bactérias probióticas. Essas bactérias habitam o seu intestino e te garantem diversos benefícios como: boa digestão (sem empachamento, nem gases), evacuação regulada, boa imunidade, síntese de vitaminas como a B12 e a vitamina K, e produção de serotonina (o neurotransmissor do bem estar), que é necessária para formar a melatonina que nos proporciona uma boa noite de sono.

  • Alho
  • Cebola
  • Aspargo
  • Chicória
  • Banana verde (crua ou biomassa)
  • Batata yacon

Alimentos ricos em POTÁSSIO: esse mineral ajuda a reduzir e manter a pressão arterial estável, além de também reduzir a retenção de líquidos (inchaço) por neutralizar os efeitos de uma alimentação rica em sódio, que é proveniente não só do sal, mas também dos aditivos artificiais (incluindo adoçantes) de alimentos industrializados.

  • Banana
  • Folhas verdes escuras
  • Salmão
  • Edamame
  • Batata doce
  • Damasco

Alimentos fonte em MAGNÉSIO: um mineral que poderá ajudar a combater suas dores de cabeça e sensação de fadiga, além de também estar relacionado a redução do risco para doenças cardiovasculares.

  • Couve
  • Espinafre
  • Brócolis
  • Acelga
  • Sementes (gergelim, de abóbora, de girassol)
  • Nuts (amêndoas, castanha do Pará, pistache, nozes, macadâmia, etc)
  • Aveia (flocos, farelo)
  • Trigo integral
  • Arroz integral